quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

ÁGUA QUE CORRE


Corre a água por todos os lados... e  falta o sol e um pouco de calor!

E corre assim, com força, ruidosa, divertida... bem fria, sempre apressada, por entre as gargantas fundas da montanha... até chegar à planície, onde se espraia... ou a outro rio, onde se confunde... ou até ao mar, onde se perde, onde se salga...
 

(DO AUTOR - O RIO CELLA NO SEU CORRER)

12 comentários:

  1. Lindo!! vida que emerge da terra!!
    Sara Santiago

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Foto fantástica! .Espero que o passeio pelas Astúrias tenha sido revigorante!

    Fátima Pais Fonseca Santos

    ResponderEliminar
  4. Bom dia!@ Parece a nossa ribeira de Nisa!

    Maria João Falcão

    ResponderEliminar
  5. Lindo! Onde fica?

    Nana Canastra

    ResponderEliminar
  6. Já sentia a falta do seu blog...Tanta água,Raul .Até eu,que gosto do inverno,começo a ficar farta.E tem condicionado a minha vida,

    Ivone Oliveira

    ResponderEliminar
  7. Linda foto, bem demonstrativa da beleza mas também inconstância da água que corre...

    Maria Luísa Silva

    ResponderEliminar
  8. Que bom chegar aqui e ver água corrente! Um laço que tece a renda da terra.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Muito bonito! Deixemos a água correr...

    ResponderEliminar
  10. Estas palavras fizeram-me lembrar umas outras que escrevi há uns anos num dos meus blogues e que aqui deixo..

    FONTE DE VIDA

    Que dizer desta água que chora um tempo vivido?

    Ela corre na bica do pensamento.
    Triste? Sofrido?
    Que importa?

    Se no correr límpido
    a alegria se lhe junta,
    gota a gota,
    e como em cada novo amanhecer
    o Sol desponta
    trazendo novo dia.

    Corre, água pura da fonte,
    lava a mente de sofrimento
    e na alegria do sentir,
    momento a momento,
    o prazer do sol no horizonte,
    rasga o sorriso e sente na pele
    a frescura desse líquido puro,
    que mata a sede
    e nos lábios perdura.

    ResponderEliminar